Case

Case Social Bank

A pandemia acelerou a digitalização do mercado financeiro, mas esse processo já vinha acontecendo de forma cada vez mais rápida. No ambiente digital, as empresas do setor têm mais possibilidades de investir na personalização dos serviços, na ampliação do leque de produtos e também na democratização do acesso bancário.

Essa é a missão da fintech Social Bank, que visa “ressignificar os valores da sociedade” por meio de serviços como conta digital sem mensalidade, compartilhamento de contas e empréstimos entre pessoas físicas, gestão de salário, entre outros — focando sempre nas maiores necessidades de seus clientes, empresas e pessoas, muitas vezes com pouca familiaridade com tecnologia e/ou com o sistema financeiro.

  • o amplo leque de serviços bancários oferecidos pelo Social Bank;
  • como as soluções da idwall ajudaram o Social Bank a construir uma base 100% confiável e segura de usuários;
  • como a fintech diminuiu seu tempo de aprovação de cadastro de 4 dias úteis para 10 minutos;
  • e muito mais!
PDF

Baixe grátis nossos Ebooks

Introdução

Somente em 2020, mais de 14 milhões de brasileiros se tornaram bancarizados — número 2,3 vezes maior do que no ano anterior. A distribuição do auxílio emergencial e o distanciamento social decorrentes da pandemia de Covid-19 levaram muitas pessoas a abrirem suas primeiras contas bancárias, mais especificamente contas bancárias digitais. Hoje, o Brasil já soma mais de 180 milhões de pessoas com relacionamento bancário ativo.

Isso reforça a importância da praticidade, da segurança e da agilidade em cada momento da jornada do usuário, desde o primeiro contato com no onboarding. É por isso que o Social Bank conta com as soluções da idwall para cadastro e verificação de usuários — o que também permite a escala do negócio e a otimização das operações internas.

No case...

Assine nossa Newsletter

Acompanhe nas redes